Ο φαντάρος

25/04/2009

Απόψε πήρε άδεια
Hoje pegou licença
και με την τσέπη άδεια
e com o bolso vazio
τραβάει για την πόλη
parte para a cidade
Ρίχνει ένα γεια σου στο φρουρό,
Joga um tchau para o guarda
σαλτάρει σ’ ένα φορτηγό,
pula em um caminhão
κι ο χάρος1 δεν γλιτώνει.
e a morte1 não escapa.

Έλα στην παρέα μας, φαντάρε
Venha à nossa companhia, recruta
κάτσε κι ένα ποτηράκι πάρε
sente-se e pegue um copo
Ξέχνα στρατώνες και σκοπιές
Esqueça quartéis e guardias
κι από το μπρούσκο της καρδιάς μας πιες.
e do brusco (vinho) dos nossos corações beba.

Η πόλη σαν τη γόησσα
A cidade como mulher fatal
σαν την παλιά αρχόντισσα
como a antiga nobre
ανάβει τα κολιέ της
acende o seu colar
Μα σαν τον φέρνει στα στενά2
Mas quando o traz nos estreitos2
τον κουβεντιάζει η μοναξιά,
a solidão o envolve
τον παίρνει αγκαζέ της.
e o pega nos seus braços

Οι δρόμοι τον κουράσανε,
Os caminhos cansaram-no
παράπονα τον πιάσανε,
Mágoas o sufocam
στο ταβερνάκι μπαίνει.
e na pequena taverna entra
Κάποιον να βρει για ένα πιοτό,
Alguém para achar, para uma bebida
να ‘χουν τον ίδιο τον καημό,
que tenha a mesma tristeza
μαζί να δουν πού βγαίνει.
Juntos que vejam onde resulta.

* Obrigado, Alda pela tradução. Esta vai dedicada a seu filho!
1 Do nome “Háron” (Χάρων) deriva o nome “Háros” (Χάρος) e “Hárondas” (Χάροντας) – Háron ou Caronte é a personificação da morte. Seu uso moderno não ser refere mais ao barqueiro mitológico mas simplesmente à morte.
2 Ruas estreitas.
Ouça esta música no YouTube


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: