Το άγαλμα

16/04/2009

Χθες μεσάνυχτα και κάτι κατηφόρισα
Ontem à meia noite e pouco desci
στην μικρή την πλατεΐτσα που σε γνώρισα
para a pequena pracinha onde te conheci
Κάποιο άγαλμα που μ’ είδε με θυμήθηκε
Uma estátua que me viu se lembrou de mim
και τον πόνο μου να ακούσει δεν αρνήθηκε
E não se negou a escutar a minha dor

Και του μίλησα για σένα και για μένανε
E falei a ela de você e de mim
και τα μάτια του βουρκώναν και όλο κλαίγανε
e seus olhos se encharcaram e só choravam
Του ’πα για το φέρσιμό σου και για τα άλλα σου
Disse também de como você se comportou e de todos os outros
τα ασυγχώρητα τα λάθη τα μεγάλα σου
os seus grandes e imperdoáveis erros

Κι ύστερα με πιάσαν θεέ μου κάτι κλάματα
E depois, meu Deus, me veio um pranto
που με βρήκανε κουρέλι τα χαράματα
e me acharam um trapo de madrugada
Με το άγαλμα ως το δρόμο προχωρήσαμε
Com a estátua até a rua andamos
μου εσκούπισε τα μάτια και χωρίσαμε
me enxugou os olhos e nos separamos

* Agradecimentos à Alda pela tradução.
** Dedicada à Olinda, nossa “habib”!
Ouça esta música no YouTube




Letra: Λευτέρης Παπαδόπουλος
Música: Μίμης Πλέσσας
Primeira executação: Γιάννης Πουλόπουλος

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: